Pesagem Indusrrial desde 1778

 
 
 
 

 

QUEM SOMOS

 
Uma empresa jovem fundada em 2008 para garantir a continuidade de uma história com mais de 230 anos.
A primeira prioridade foi integração da equipa técnica profissional e dedicada com um nucleo base que se tem mantido e renovado por formação contínua e entrada de novos elementos.
Garantindo assim a continuidade do apoio aos equipamentos já instalados e integração de novos produtos não disponíveis no mercado Português, numa óptica de melhoria de apoio às necessidades dos Clientes.
As boas relações entre a Romão e alguns dos maiores fabricantes mundiais de pesagem, permite-nos encontrar novas soluções e produtos de pesagem de caraterísticas vantajosas para os Clientes.”
Manter os esforços concentrados na montagem e implantação de produtos de pesagem, automação e gestão, além de serviços como assistência técnica e calibrações industriais.
 
 
 
 

 

A NOSSA HISTÓRIA

 
 
Foi no ano de 1778, ínicio do reinado de D. Maria I, que nasceu às Cruzes da Sé, mesmo no coração de Lisboa, a oficina de serralharia do “Romão”. Dedicava-se ao fabrico de diversos artigos em ferro forjado, como grades, portões, tocheiros e braços de balança.
Desde então, nove gerações se sucederam na administração da Casa Romão. Mais de 230 anos de existência curiosa, que nunca poderá ser dissociada da história do País.

Romão António Fernandes fundou a oficina de ferraria e serralharia ajudado pelo filho Ângelo. À data do seu falecimento, com 103 anos, já o tinham precedido os filhos que com ele trabalharam, Ângelo e António Luís. Deu continuidade à empresa o neto, mestre de ofício de serralheiro, Nicolao António Fernandes. Após várias sucessões foi em 1908 que o herdeiro de Romão António Fernandes procedeu a grandes reformas, mas foi Emílio Augusto Fernandes que estabelece um acordo com a empresa alemã August Sauter, em Ebingen, detentora da patente das revolucionárias balanças de equílibrio automático de leitura de cinco voltas do ponteiro, que continuam ainda hoje a ser copiadas e produzidas por multiplos fabricantes. Assim a Casa Romão voltou a ser pioneira em Portugal, à semelhança do que acontecera com a primeira balança romana centesimal, fabricada em 1850.

Do conjunto de fabricos da Romão, de realçar um braço balança da Real Casa da Índia, construído pelo filho de Romão António Fernandes, Matheus António, em 1803; as grades e portões do adro da Sé de Lisboa, hoje retiradas para dar passagem aos eléctricos; bem como o relógio da torre, construído em 1824. São múltiplos os exemplos de braços de balança de boa qualidade que ostentam a marca “Romão” e que ainda hoje estão impecáveis pela qualidade do aço e forjagem utilizados. Ainda muito recentemente foi localizada uma balança “Romão” para pesagem de café num departamento da Alfândega no Brasil.
 
 
 
No período de 1921 a 1968 e daí aos nossos dias, assiste-se a uma grande revolução tecnológica, primeiro com equipamento de leitura electro-óptica, depois com codificadores absolutos e incrementais, células de carga, cordas vibrantes, variação do campo magnético, etc.

Tendo o futuro como horizonte foram instalada os primeiros equipamentos electro-mecânicos nas Rações Valouro em 1975, mas foi no entanto em 1980 que foi instalada a primeira báscula totalmente electrónica em Portugal na empresa Uniteca em Estarreja. Em 1993 foi abandonado o fabrico de básculas e balanças totalmente mecânicas, sendo substituidas exclusivamente para equipamento electrónico.

A Romão Ibérica foi criada em 2008, para garantir a continuidade de venda, instalação e assistência técnica a equipamentos fabricados, vendidos e ou instalados no mercado pela fábrica familiar centenária Balanças Romão. Tendo João Romão Fernandes como gerente, a primeira prioridade foi a integração do quadro técnico qualificado das Balanças Romão como forma de incrementar a solidez da empresa garantindo a continuidade do apoio a equipamentos já instalados e integração de novos produtos numa óptica de melhoria para promover a qualidade como forma de obter a satisfação dos Clientes criando laços de confiança e fidelização.

Em 2010 a Romão Ibérica iniciou o processo para a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade em conformidade com a norma NP EN ISO 9001:2008 com a empresa SN Servicios Normativos, actualmente INTEDYA, tendo obtido em Setembro de 2011 o Certificado ISO 9001:2008, emitido pela inglesa BM TRADA Certification – Certificado nº 8816, líder mundial em certificação.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Peça um orçamento

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Certificações SGQ

 
 
 
 
 

SGQ ISO9001:2015

 
ISO9001:2015
 
 
 
 
 
POLITICA DE QUALIDADE
A Romão Ibérica desenvolve a sua actividade no âmbito da comercialização, montagem e assistência técnica de equipamentos de pesagem e automação e tem como principal filosofia a satisfação dos seus Clientes, apresentando sempre a solução mais ajustada às suas necessidades.

MISSÃO
Aumentar o valor da empresa, desenvolvendo continuamente melhores produtos generalistas e ou únicos em nichos de mercado, que solucionem necessidades de Clientes, satisfazendo expectativas com competência, cortesia e competitividade, e alargando os serviços de assistência técnica a produtos de outras marcas.

VISÃO
Perseguir altos padrões de qualidade, que ofereçam a maior satisfação a Cliente, ganhando a confiança do mercado. Assim como garantir a possibilidade futura de ser reconhecida para a realização das primeiras verificações CE a realizar internamente.
 
 
 
Como tal, a Romão Ibérica, procura o compromisso com a melhoria continua, os objectivos da qualidade, dos requisitos aplicáveis e a conformidade da norma NP EN ISO 9001:2015, que entende ser fundamental, para:
- O SGQ ter como suporte a preocupação de organização, simplificação e otimização dos recursos, como fatores de ,melhoria contínua;
- O desenvolvimento do potencial de todos os colaboradores, ao nível da formação dos serviços prestados pela Romão Ibérica, considerando condição essencial para a Qualidade da organização e eficácia dos processos;
- Avaliação periódica da satisfação dos Clientes;
A Romão Ibérica compromete-se ao estabelecer a Política da Qualidade, com a melhoria contínua da eficácia e eficiência do SGQ, assim com fazer cumprir os requisitos da norma NP EN ISO 9001:2015.

Lisboa, 22 de Junho de 2017
João Romão (Gerente)